O olhar dos poetas perfura a realidade como um fina agulha, quase invisível, que chega às camadas mais profundas dos instantes, para transformá-los em palavras. Paula Cajaty está debruçada numa ponte, onde corre um Rio caudaloso, com formas e sombras várias. Os outros transeuntes passam e enxergam apenas a água que nele corre. Ela olha e descobre, lentamente, cada detalhe para além da superfície. O Rio é de Janeiro, a cidade que acolhe a vida da poeta, mas é também um ano que começa, se estende e termina, enquanto ela encara com afeto os seus detalhes. Para Paula, não há perda de tempo, porque o Tempo é o companheiro de uma jornada incansável de Viver. A pausa importa mais que a rotina, inimiga da contemplação. O silêncio da pausa não depende dos ruídos externos. Os gritos da poeta são os versos, que se transmutaram e viraram crônicas. Enquanto você não olha é a primeira obra de crônicas da escritora Paula Cajaty, que convida os leitores a passear pela observação dos costumes, dos vícios, das vozes, das estranhezas e da pluralidade do Ser, que nos rodeiam e com quem tantas vezes não paramos para tomar café. É um flerte com o avesso dos dias — um livro que ocupe o Tempo de um celular.

Edição: 1 | Ano: 2020 | ISBN: 9786586324068

PRÉ-VENDA: Enquanto você não olha
R$45,90
Frete grátis
Quantidade
PRÉ-VENDA: Enquanto você não olha R$45,90

O olhar dos poetas perfura a realidade como um fina agulha, quase invisível, que chega às camadas mais profundas dos instantes, para transformá-los em palavras. Paula Cajaty está debruçada numa ponte, onde corre um Rio caudaloso, com formas e sombras várias. Os outros transeuntes passam e enxergam apenas a água que nele corre. Ela olha e descobre, lentamente, cada detalhe para além da superfície. O Rio é de Janeiro, a cidade que acolhe a vida da poeta, mas é também um ano que começa, se estende e termina, enquanto ela encara com afeto os seus detalhes. Para Paula, não há perda de tempo, porque o Tempo é o companheiro de uma jornada incansável de Viver. A pausa importa mais que a rotina, inimiga da contemplação. O silêncio da pausa não depende dos ruídos externos. Os gritos da poeta são os versos, que se transmutaram e viraram crônicas. Enquanto você não olha é a primeira obra de crônicas da escritora Paula Cajaty, que convida os leitores a passear pela observação dos costumes, dos vícios, das vozes, das estranhezas e da pluralidade do Ser, que nos rodeiam e com quem tantas vezes não paramos para tomar café. É um flerte com o avesso dos dias — um livro que ocupe o Tempo de um celular.

Edição: 1 | Ano: 2020 | ISBN: 9786586324068